Disponível

13,98€



Foi o primeiro vinho a ser produzido pelo Esporão em 1985. Vinho clássico, obtido unicamente a partir de uvas da Herdade do Esporão, mostra a consistência e o carácter típico do terroir singular de onde vem.

A viticultura segue práticas agrícolas de Produção Integrada, que assenta na racionalização dos recursos naturais e utilização dos mecanismos de regulação natural, contribuindo para uma agricultura sustentável e potenciando frutos de maior qualidade.

As uvas para este vinho são colhidas manualmente. No caso do tinto são vinificadas em depósitos de pequena capacidade, com controlo de temperatura e, após prensagem, os vinhos estagiam em barricas de carvalho americano e francês, ao longo de 12 meses. No caso do branco as uvas, colhidas na frescura da madrugada, são vinificadas em separado, seguindo-se o estágio parcial de 6 meses, sobre borras finas, em barricas de carvalho francês e americano.

É um vinho para ocasiões especiais que conjuga a cultura universal do vinho e a arte, através da reprodução de obras originais nos seus rótulos.

O rótulo ficou nas mãos do artista Albuquerque Mendes.

Ficha Técnica
Álcool 14.5%
Capacidade 0,75 Litros
Casta Antão Vaz, Arinto, Roupeiro
Colheita Vinha certificada em modo de produção integrada. O Outono e o Inverno foram mais frios e chuvosos do que no ano anterior, registando-se os maiores níveis de precipitação e as temperaturas mais baixas entre Novembro e Fevereiro. Ainda assim, a temperatura e precipitação estiveram dentro dos valores médios dos últimos 18 anos. A Primavera teve temperaturas mais altas do que em 2016, levando à antecipação dos estados fenológicos. A Primavera quente e seca garantiu o desenvolvimento saudável das uvas. O início do Verão começou por ser mais quente do que no ano de 2016 (+2,0ºC), o que levou a uma antecipação do início da maturação. Os meses de Agosto e Setembro acabaram por decorrer com temperaturas mais baixas do que em 2016, com a maturação das uvas a ocorrer mais rapidamente e os níveis de açúcar mostrando-se mais elevados, o que originou vinhos brancos mais encorpados, com notas de fruta madura, e vinhos tintos ricos e concentrados.
Consumo Potencial de envelhecimento
Cor Aspecto cristalino, cor palha com reflexos esverdeados.
Dados Analíticos Acidez: 6.2 g/l ; PH: 3.2 ; Açucares: 2.2 g/l
Engarrafamento Maio 2018
Enologia David Baverstock e Sandra Alves
Nota de prova Notas de fruta amarela, toranja e limão, com apontamentos de especiarias e uma tosta ligeira que acentua a frescura aromática. Na boca é cremoso, com estrutura e volume. É equilibrado e preenchido pela fruta, com final longo e intenso.
Produtor Herdade do Esporão
Solo Natureza granítica/xistosa, estrutura franco-argilosa. Vinhas com 18 anos
Sugestão de Acompanhamento Bom com frutos do mar, peixe fresco grelhado, carnes brancas e como aperitivo.
Vinificação Desengrace, choque térmico, maceração pelicular, prensagem, decantação de mosto, fermentação com temperaturas controladas em cubas de inox e em barricas novas de carvalho americano e frances, com estágio sobre as borras finas. 6 meses em cubas de inox e em barricas novas de carvalho francês e americano.
Ano 2017
Estilo Vinho Branco
Região Alentejo
Prémios Decanter World Wine Awards 2018, Prata Top 100 Best Values – Best Value Rich Whites 2018 on category – Wine Spectator
Temperatura de Consumo Servir a 7-14º

Não há comentários para este produto.

Para escrever um comentário deve iniciar sessão com a sua conta.